Clima e Previsão do Tempo
Santos, SP/

19/09/2011

Vanilla Caffè cria padrão de loja pequena para crescer

Micheli Rueda   (mrueda@brasileconomico.com.br)

Rede de cafeteria desenvolve formato menor de loja para promover expansão e ingressar em centros comerciais. O investimento aproximado por franquia é de R$ 84 mil.

Em busca de maior visibilidade para a marca e expansão da rede, a cafeteria Vanilla Caffè aposta em novo modelo de negócio: lojas com menor espaço físico.

São 60 metros quadrados (m²) que separam o modelo tradicional do novo modelo de franquia.

Ao oferecer lojas de 40 m², a Platinan Franquias, empresa que administra as redes Bon Grillê e Vanilla Caffè, traz ao mercado uma oportunidade de investimento de R$ 84 mil. As lojas tradicionais, com ambiente de 100 m², exigem um aporte maior de, aproximadamente, R$ 350 mil.

E reduzindo o espaço físico e, consequentemente, o investimento inicial, a Platinan pretende atender um novo perfil de empreendedores brasileiros e permitir a entrada do Vanilla Caffè em grandes centros comerciais, como shoppings centers.

"O mercado de cafeteria é extremamente promissor. É uma realidade, não promessa. Todas as redes estão trabalhando a expansão", afirmou Eduardo Pires, gerente de expansão da Platinan.

Com esta estratégia, a rede estima que o retorno de investimento ocorra entre dois e três anos, intervalo de tempo tido como rápido.

"Franquias têm sucesso no Brasil, porque o empreendedorismo é uma característica do brasileiro", considera Pires.

De acordo com Pires, a expansão da rede se dará por todo território nacional, mesmo que o maior número de unidades continue concentrado em São Paulo e Rio de Janeiro.

"Queremos abrangência maior no território nacional, e pequenos empreendimentos propiciam isso", ressaltou o executivo considerando o novo modelo de negócio da Vanilla Caffè.

O formato mais compacto do empreendimento terá também um cardápio reduzido, que viabilizará o atendimento com qualidade aos clientes, tendo em vista o menor número de funcionários.

O Polo Shopping Indaiatuba foi o primeiro a receber a loja do Vanilla Caffè na configuração menor. A previsão, no entanto, é que sejam inauguradas mais duas unidades até o final do ano, uma no Shopping Mooca (SP) e outra no Shopping Campo Grande (MS).

Segundo o executivo, a atual situação da economia brasileira, com aumento da renda e queda da taxa de desemprego, é propícia aos negócios.

"As pessoas estão com capital para investir. Com a instabilidade nas bolsas de valores, acaba sendo mais seguro investir em um negócio", disse.

Com o mercado brasileiro de cafés gourmet em expansão - em 2010 o consumo cresceu 17% -, a Vanilla Caffè projeta faturar R$ 12 milhões em 2011, com crescimento de 20% a 30% no próximo ano.

Atualmente, a rede de cafeteria conta com 20 lojas em oito estados, mas espera inaugurar mais 15 lojas até o final de 2012.

História

A marca Vanilla Caffè foi criada em 2006 por empresários brasileiros, e surgiu como uma franquia diferenciada no mercado de cafeteria, uma vez que oferecia café gourmet.

Além de atender o público em geral, a cafeteria foi estruturada para receber apreciadores de café.

Em maio de 2009, após associação com o Bon Grillê, a Platinan Franquias passou a administrar a Vanilla Caffè.

Fonte: Brasil Econômico - 16/9/2011
Voltar

Leia também

Câmara de Tecnologia & Inovação: Novo nome

Nova coordenação do Núcleo Jovem toma posse e anuncia projetos para desenvolvimento da ACS

CAFÉ: Pressão no financeiro: Café acompanha dia de baixas e recua mais de 400 pontos em Nova York

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.