Clima e Previsão do Tempo
Santos, SP/

08/11/2011

Receita com exportações de café de 2011 rende US$ 7 bilhões, afirma CeCafé

A receita com as exportações de café dos primeiros dez meses do ano é 61% superior a registrada no período imediatamente anterior e atingiu US$ 7,017 bilhões,  com o embarque de 27.357.020 sacas. Os dados são do Balanço das Exportações divulgado nesta terça-feira, 8 de novembro de 2011, pelo CeCafé (Conselho dos Exportadores de Café do Brasil).

As exportações de café apresentaram em outubro de 2011 uma das maiores receitas já registradas para o mês, chegando a US$ 870,988 milhões. O crescimento foi de 32,8 % em relação ao mesmo período de 2010, quando o resultado registrado atingiu US$ 655,678 milhões.

De acordo com o relatório, o volume exportado (3.088.737 sacas entre verde, torrado & moído e solúvel) apresentou uma queda de 11% em outubro deste ano quando comparado ao mesmo mês de 2010, quando foram exportadas 3.490.548 sacas. Apesar da queda do volume total exportado, impulsionada pela redução nos embarques de café solúvel e arábica, as exportações de robusta/conillon tiveram alta de 102% quando comparamos este mesmo período, 232.572 sacas exportadas em outubro de 2011 versus 114.957 sacas exportadas em outubro de 2010.

Guilherme Braga, diretor-geral do CeCafé, ressalta ainda que “embora a safra 2011/2012 seja menor que a safra anterior, por conta da bianualidade,  seus quatro primeiros meses apresentaram um volume exportado compatível ao do mesmo período da safra 2010/2011, 10.995.609 sacas contra 12.047.268 sacas, exibindo ,uma diferença em torno de -9%” .

Segundo o Balanço das Exportações, do café exportado em outubro de 2011, 85% foi da qualidade arábica, 8% de solúvel e 7% de robusta.

Considerando os meses de janeiro a outubro de 2011, os dados do relatório apontam que os principais mercados importadores de café do Brasil foram: Europa, com 53% do total, seguida pela América do Norte, com 24%; Ásia, com 17% e América do Sul, com 3%. Os Estados Unidos lideram a lista dos países que mais importaram café do Brasil nesse período com 21% do total exportado (5.801.002 sacas). Em seguida está a Alemanha, com 19% (5.184.719 sacas importadas); Itália, com 8% (2.290.166 sacas), e Japão, com 8% (2.056.502 sacas). A Bélgica ficou em quinto lugar, com 7% do total (1.930.713 sacas).

Os embarques no ano de 2011 até o mês de outubro foram feitos principalmente pelo porto de Santos, responsável pelo embarque de 76.7% do total exportado (20.989.504 sacas) pelo porto de Vitória, de onde foram escoados 15,2% do total (4.147.054 sacas) e pelo porto do Rio de Janeiro, por onde saíram 6% do total (1.652.125 sacas).
 
Fonte: Communicação Assessoria Empresarial
Av. Paulista, 2006 - cj. 1008 - Cerqueira Cesar
São Paulo / SP - CEP: 01310-926
(11) 3285-5410
www.communicacao.com.br

Confira a estatística das exportações de café

Voltar

Leia também

CAFÉ: Assinado o novo Acordo Internacional do Café com contribuições de representantes da cadeia de café do Brasil

CAFÉ: Depois de queda expressiva, arábica e conilon voltam a subir nesta 6ª feira

ELEIÇÕES: Cai número de votos nulos e em branco na Baixada

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.