Clima e Previsão do Tempo
Santos, SP/

30/10/2011

Estudantes na cola dos políticos – A Tribuna – 30/10/2011

Publicada em:
A Tribuna, 30/10/2011, domingo, caderno Campus, página 7

Projeto incentiva participação de adolescentes nas decisões da cidade

Da Redação

Uma ideia pioneira para jovens entre 15 e 18 anos foi lançada em Santos na última terça-feira e pode ser levada para todo o Estado e até o País. O projeto Jovem Eleitor foi criado pelo juiz eleitoral e professor Guilherme de Macedo Soares e teve auxílio da técnica judiciária Michelle Molarino, além da parceria de várias empresas, da Unisanta e da Prefeitura. O objetivo é colocar a política na vida dos adolescentes, incentivando sua participação nas decisões da Cidade, Estado e País. Os vencedores foram Felipe Barros Santos (EE Fernando de Azevedo), Leonardo de Almeida (EE Professor Primo Ferreira) e Daniele de Sousa (EE Cleóbulo Amazonas Duarte).

Tudo começou em janeiro, com encontros nas escolas estaduais, quando Soares explicou aos estudantes o objetivo do projeto: "O resultado de tudo isso só veremos daqui a um ano, nas eleições para prefeito e vereador. Mas pelas conversas que tivemos com os estudantes, alguma coisa já mudou".

Ele, que é juiz da 2.ª Vara do Juizado Especial Cível de Santos e da 118.ª Zona Eleitoral do Estado de São Paulo, revelou que a corrupção, oi nteresse privado sobrepondo o público e os casos que a imprensa noticia todos os dias, acabam afastando os jovens da política. "Conversamos muito e isso despertou o interesse deles. Tenho certeza que entenderam a mensagem. Tivemos uma resposta rápida por parte deles".

Soares destacou ainda a possibilidade do projeto vir a serimplantado no Estado e em todo o Brasil. "Existe essa possibilidade. Não podemos dar certeza, mas tudo está sendo observado pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) e pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral)".

O projeto, porém, não se limitou ao trabalho dos magistrados. Envolveu também alunos dos cursos de Pedagogia e Produção Multimídia. A parceria começou em junho, com pesquisas dos professores e alunos de Pedagogia. Já o curso de Multimídia criou a identidade visual do projeto, enquanto a Agência Universitária de Publicidade e Propaganda (AUPP) deu continuidade, fazendo o regulamento do concurso, os cartazes de divulgação e a campanha. Além disso, eles foram responsáveis pela arte, cartazes, vídeo viral, material didático, Power Point exibido nos encontros, regulamento e organização do evento.

A escolha

Uma comissão julgadora avaliou a capacidade de alunos de escolas estaduais de expor e argumentar sobre o tema proposto. Foi levado em conta se os candidatos utilizaram vocabulário adequado; a capacidade de apresentar o tema com lógica, coerência e persuasão, além do nível de compreensão e entendimento individual dos candidatos.

O primeiro colocado (Felipe Barros Santos) recebeu um tablet, umao portunidade de emprego na Mediterranean Logistic (MSC) e sua escola, um computador. O segundo lugar (Leonardo de Almeida) ganhou um notebook e uma oportunidade de emprego na MSC. Já o terceiro (Daniele de Sousa) levou um Netbook. O projeto tem a parceria com a Prefeitura de Santos, Associação Comercial Jovem, Unisanta, Universidade Paulista, Poupafarma, E-best Cursos, Sesc/SP, MSC do Brasil e Sindicato dos Petroleiros.

Confira a reprodução da reportagem
Voltar

Leia também

CAFÉ: Cotações do café devem apresentar desvalorização no terceiro trimestre de 2022

ELEIÇÕES: Qual é a data do segundo turno das eleições de 2022?

COMÉRCIO EXTERIOR: Exportações superam as importações em quase US$ 4 bilhões em setembro

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.