Clima e Previsão do Tempo
Santos, SP/

10/05/2012

Planejamento deve garantir expansão do setor cafeeiro – A Tribuna – 10/5/2012

Publicada em:
A Tribuna, 10/5/2012, quinta-feira, página C-3, Economia

# Seminário debate tendência do mercado

ERALDO JOSÉ DOS SANTOS
DA REDAÇÃO

Os desafios para o crescimento da produção e exportação do café passam, obrigatoriamente, pelo planejamento estratégico da logística para os próximos 10 anos. Esta mensagem foi deixada pelo diretor da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Pedro Brito, na abertura do 19.º Seminário Internacional de Café de Santos, ontem à tarde no Sofitel Jequitimar Hotel, na Praia do Pernambuco, em Guarujá.

Ex-ministro dos portos, Brito enfatizou que a eficiência dos portos brasileiros é comparável aos principais terminais do mundo. O que emperra, frisou, são os os gargalos de acesso, como os existentes em Santos. Ele enfatizou que a estão é séria e exige solução, sob o risco de não só o café, como outras commodities, migrarem de Santos para outros portos.

Os entraves de acesso ao porto também foram comentados por Michael Timm, presidente da Associação Comercial de Santos (ACS), promotora do evento. O empresário mencionou ainda as barreiras burocráticas e a instabilidade causada pela guerra cambial.

Mas a despeito destes problemas, Timm destacou que o Brasil continua ostentando a marca de maior produtor e exportador de café do mundo, lembrando que o semimário é de extrema importância para vislumbrar o cenário para os próximos anos e planejar as ações estratégicas.

O presidente da ACS destacou a participação de 18 delegações estrangeiras no encontro, além de participantes de todos os estados brasileiros, entre produtores, exportadores, importadores, distribuidores, torrefadores, comerciantes e demais empresários do ramo cafeeiro.

HONDURAS

De 10.º maior exportador de café do mundo, Honduras passou para a sexta posição. Além disso ostenta a primeira posição entre os exportadores do produto para a América Central e o terceiro lugar para a América Latina.

Este salto no ranking mundial foi explicado pelo vice-presidente de Honduras, Samuel Reyes Rendon, presente ao seminário da ACS. Rendon disse que estas posições foram conquistadas em um período de 10 anos, mediante intenso programa de incentivo e valorização da produção de café.

Representando o presidente de Honduras, Porfirio Lobo Sosa, Rendon disse que o café tem um papel importantíssimo para o seu país, não só no aspecto econômico, mas acima de tudo social.

Em Honduras toda a produção advém do trabalho de 110 mil famílias produtoras, das quais 92% pequenas famílias. Exatamente por isso, o café é tratado como uma questão de estado, e cabe ao governo agir de forma institucional junto aos produtores de insumos, tecnologia e condições de mercado para a prosperidade e sustentabilidade do setor.

ENCERRAMENTO

O seminário será encerrado hoje, após a realização de palestras sobre produção e consumo mundial do produto, a partir das 9 horas.

RANKING

O Seminário Internacional de Café, realizado a cada dois anos pela Associação Comercial de Santos (ACS), é promvovido desde 1972 com a proposta de envolver os interessados no mercado cafeeiro e unir forças para a defesa de propostas comuns.

Tem por objetivo também conhecer as tendências do setor e as novas tecnologias que envolvem a produção e a comercialização, além de discutir as políticas do produto e a situação nacional e internacional desta commodity.

O Brasil é o maior produtor e o segundo maior consumidor de café, devendo assumir, em breve, também a liderança nesse ranking.

Confira a reprodução da reportagem

Voltar

Leia também

CAFÉ: Assinado o novo Acordo Internacional do Café com contribuições de representantes da cadeia de café do Brasil

CAFÉ: Depois de queda expressiva, arábica e conilon voltam a subir nesta 6ª feira

ELEIÇÕES: Cai número de votos nulos e em branco na Baixada

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.