17/08/2011

Perspectiva de inadimplência do consumidor tem menor alta dos últimos 11 meses

A perspectiva da inadimplência do consumidor, medida pela Serasa Experian, registrou a menor variação dos últimos onze meses em junho deste ano, conforme dados divulgados nesta quarta-feira (17).

O Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Inadimplência do Consumidor, registrou, na passagem de maio para junho de 2011, um crescimento de 0,3%, atingindo o patamar de 102,1 pontos.

Segundo os economistas da Serasa Experian, fatores como ritmo de inflação menos acentuado, as renegociações salariais de importantes categorias profissionais, o baixo desemprego e o crescimento mais moderado do endividamento ajudaram a diminuir a intensidade do aumento da tendência na inadimplência.

Os economistas ainda complementam sua análise pontuando que a provável interrupção das altas da tava Selic, em função do agravamento do quadro externo, contribui para o não encarecimento adicional das dívidas, reforçando o cenário de esgotamento do ciclo de elevação da inadimplência dos consumidores.

Empresas
A inadimplência das empresas, ao contrário do que possivelmente ocorrerá com a dos consumidores, se manterá elevada ainda por algum tempo. O que confirma esse cenário é o resultado do indicador Serasa Experian de Perspectiva da Inadimplência das Empresas.

O índice avançou 1,7% em junho deste ano, registrando o oitavo avanço mensal consecutivo e atingindo o nível de 101,8 pontos.

Os custos financeiros das empresas continuarão pressionados pelos juros cada vez mais elevados, reflexo do aperto monetário em vigor. As pressões em tais custos, em um claro ambiente de desaquecimento econômico, em especial no segundo semestre deste ano, vão contribuir para elevar, ainda que de forma modesta, os níveis de inadimplência das empresas.

Além disso, a piora no cenário internacional também deverá trazer impactos adversos, especialmente nos setores mais expostos à dinâmica do comércio mundial, observam os economistas da Serasa Experian.

Sobre o indicador
O indicador Serasa Experian de Perspectiva da Inadimplência avalia, em um horizonte de seis meses, em que fase do ciclo estarão algumas variáveis econômicas, como concessões reais de crédito, inadimplência, crise e recuperação.

Fonte: Uol Notícias - 17/8/2011

Voltar

Leia também

CAFÉ: Exportação dos Cafés do Brasil atinge 29,7 milhões de sacas no acumulado de nove meses

ECONOMIA: Selic deverá atingir 8,75% para controlar a inflação

PETRÓLEO E GÁS: Produção de petróleo e gás no pré-sal é recorde em setembro

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.