Clima e Previsão do Tempo
Santos, SP/

28/06/2011

Não confie em ninguém com mais de 30

Mara Sampaio - Psicóloga e especialista em cultura empreendedora

30 anos. 30 ideias. 30 minutos. Se você se identificou com isto, provavelmente é um jovem da geração Y. Esta denominação utilizada pela sociologia se refere as pessoas nascida nas duas ultimas década século 20. São os jovens que vivem na internet, criativos, independentes e rápidos.

Estão conectados no que há de mais atual em tecnologia e novas mídias. Diferentes da geração anterior, foram criados numa sociedade mais aberta, com poucas regras e limites nas relações familiares e sociais. Conhecem e viajam pelo mundo com mais facilidade. Adoram mudanças constantes e novidades.

São pessoas capazes de criar negócios a partir de necessidades pessoais não atendidas, principalmente quando se refere à web. Vários jovens empreendedores com menos de 30 anos estão tendo sucesso na internet.

A cada dia surge um novo milionário, recentemente, foi noticiado que Adam Cahan, um jovem americano que criou um aplicativo que permite mostrar aos amigos nas redes sociais quais programas de TV está assistindo. vendeu sua empresa, a IntoNow, para o Yahoo!, por US$ 30 milhões, o negocio tinha apenas três meses de existência.

Tudo para esta geração acontece muito rápido, estão sempre na busca de realizar seus desejos, de preferência agora e on-line. São pessoas imediatistas, não tem medo de errar e começar de novo. Ter seu próprio negocio é uma forma de evitar um emprego formal e poder conciliar trabalho com prazer e, se possível, chegar rápido ao sucesso.

O grande exemplo entre eles é o fenômeno Mark Zuckerberg, fundador do Facebook. Ele se tornou bilionário aos 23 anos. Começou em 2004 e após sete anos foi considerado a 52 pessoa mais rica do mundo pela revista Forbes e é o exemplo de empreendedor da geração Y, citado como modelo pela maioria dos jovens que desejam empreender.

Com o lançamento do filme Redes Sociais no ano passado, no qual o roteiro mostra Mark Zuckerberg como um jovem sem escrúpulo e que traiu alguns amigos durante a criação do Facebook, muitos que se inspiram nele para serem empreendedores ficaram surpresos e decepcionados com sua postura egocêntrica. Será que todo empreendedor jovem é assim? Existe outra forma de empreender?

Existe sim. Por mais tecnológico que esteja o século 21, por mais ousada e inovadora que tenha sido a criação do Facebook a atitude de seu criador foi antiquada em se tratando de relações humanas. Empreender vai além de ter resultados financeiros é uma atitude de compromisso com as pessoas para a construção de um mundo melhor.

Este compromisso esteve presente nas gerações anteriores e a atual deve descobrir uma forma inovadora de realizá-la criando negócios sustentáveis que respeitem as pessoas e o meio ambiente.

A capacidade dos jovens de ter uma grande rede de relacionamentos e compartilhar ideias e projetos deve vir acompanhada com uma visão de futuro: em que mundo desejamos viver daqui a 30 anos e como será a convivência entre as pessoas.

A letra da música de Marco Vale diz "não confie em ninguém com mais de 30" foi feita para a geração de 1970 que contestou e mudou o mundo. O desafio do empreendedor é deixar um mundo melhor para a próxima geração. Geração Y, estamos confiando em vocês.

----------------------------------------------------------

Mara Sampaio é psicóloga e especialista em cultura empreendedora

Fonte: Brasil Econômico - 28/6/2011
Voltar

Leia também

CAFÉ: Café mantém recuperação e abre com mais de 200 pontos de alta em NY

ATUALIDADES: Câmara aprova projeto de lei que regulamenta setor de criptomoedas no Brasil

TRANSPORTE: Debatedores pedem mudanças em leis trabalhistas diante das novas tecnologias no transporte de cargas

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.