Clima e Previsão do Tempo
Santos, SP/

01/02/2011

Ministro faz primeira visita ao Porto

Fonte: A Tribuna, 1.º/2/2011

Empossado em 1º de janeiro, novo chefe da Secretaria de Portos, Leônidas Cristino, deverá sobrevoar terminais de Santos e Guarujá

FERNANDA BALBINO
DA REDAÇÃO

O ministro da Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP), José Leônidas Cristino, virá ao Porto de Santos amanhã. É a primeira visita oficial dele a um porto brasileiro desde que assumiu o cargo, em 1º de janeiro deste ano.

A data foi escolhida em homenagem aos 119 anos do Porto de Santos. Cristino já esteve também no Porto de Fortaleza, no Ceará, seu estado natal, em visita sem caráter oficial. A programação começa de manhã com sobrevoo de helicóptero.

Além das duas margens do estuário, o ministro verá a operação das duas dragas no Porto, a Hang Jun 5001 e a Xin Hai Hu.

Em seguida, Cristino percorrerá de carro a Avenida Perimetral da Margem Direita, classificada pela diretoria da Codesp como a obra viária mais importante dos últimos 30 anos.

No total, a via recebeu investimentos de R$ 493 milhões, provenientes da primeira edição do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Também estão programadas visitas ao Terminal de Passageiros Giusfredo Santini e ao Valongo, onde será construída a passagem subterrânea para caminhões, conhecida como mergulhão. Também está prevista ida à sede da Codesp

OBRAS
A vinda do ministro ao Porto de Santos é uma espécie de vistoria às obras em andamento. Ele quer acompanhar de perto os investimentos previstos no PAC Copa. O programa é um conjunto de aportes do Governo Federal para o setor de infraestrutura. O complexo santista conta com dois projetos que estão inseridos no programa.

Um deles é a construção de 1.280 metros de cais entre a curva do Armazém 23 e o Armazém 29, permitindo atracação simultânea de seis navios.

O outro empreendimento é construção de uma via interna de circulação entre o armazém 29 e o viaduto da Santa. A via tem como objetivo agilizar o trânsito de passageiros em direção ao Terminal de Passageiros.

Já a dragagem de aprofundamento para 15 metros foi iniciada no ano passado. Os três primeiros trechos, da entrada da barra até o Armazém 6 (Valongo), estão concluídos. A previsão é dragar 13,6 milhões de metros cúbicos de sedimentos. Segundo a Codesp, a intervenção será concluída até o final de março.

A obra de derrocagem do canal do Porto de Santos terá início no final do mês de fevereiro. A medida prevê a retirada das rochas de Teffé e Itapema, que dificultam a navegação. Esse foi um dos projetos debatidos no encontro entre o ministro e a diretoria da Codesp, em Brasília, no último dia 12.
Voltar

Leia também

Paulo Corrêa Jr é o primeiro convidado do ciclo de encontros com os parlamentares eleitos pela região

Programa ACS na TV: Sérgio Fernandes Marques, Diretor Jurídico da Associação Comercial de Santos

CAFÉ: Preocupação com demanda persiste e café abre 6ª feira com desvalorização

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.