Clima e Previsão do Tempo
Santos, SP/

23/07/2012

Lucro do Bradesco cresce 1,7% no 2º tri e inadimplência aumenta

O lucro líquido do Bradesco atingiu R$ 2,833 bilhões no segundo trimestre, com alta de 1,7% em relação ao mesmo período de 2011. Na comparação com o primeiro trimestre, a expansão foi de 1,4%.

O crescimento da inadimplência impediu que o banco registrasse um resultado maior. As despesas com provisão para devedores duvidosos alcançaram R$ 3,4 bilhões no segundo trimestre, volume 39,8% superior na comparação com os mesmos três meses de 2011.

Além disso, a carteira de crédito no conceito ampliado (inclui avais e garantias) cresceu a um ritmo mais lento, para R$ 364,96 bilhões, com expansão de 14,1% em 12 meses e de 4% em relação ao primeiro trimestre.

O índice de inadimplência, considerando as operações com parcelas em atraso há mais de 90 dias, ficou em 4,2%, subindo 0,1 ponto percentual em relação a março e 0,5 ponto percentual na comparação com junho de 2011.

O índice de Basileia do Bradesco atingiu 17%, com crescimento de 2 pontos percentuais ante o primeiro trimestre. Um ano atrás, o índice estava em 14,7%.

Os ativos totais do banco ficaram em R$ 830,5 bilhões, um crescimento de 20,5% em 12 meses e de 5,2% ante o primeiro trimestre. Essa expansão foi puxada pela evolução da carteira de títulos e valores mobiliários, que dão lastro às operações de tesouraria. O estoque desses papéis teve alta de 39,4% em 12 meses, para R$ 322,5 bilhões, bastante superior à expansão do crédito. Em três meses, a variação foi de 9,3%.

Fonte: UOL / 23/07/2012

Voltar

Leia também

CAFÉ: Cotações do café devem apresentar desvalorização no terceiro trimestre de 2022

ELEIÇÕES: Qual é a data do segundo turno das eleições de 2022?

COMÉRCIO EXTERIOR: Exportações superam as importações em quase US$ 4 bilhões em setembro

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.