Clima e Previsão do Tempo
Santos, SP/

20/04/2011

Longe do mundo macroprudencial

Costábile Nicoletta - Diretor Adjunto do Brasil Econômico

A preocupação com as chamadas medidas macroprudenciais que vêm sendo adotadas pelo governo para tentar manter a inflação em baixa e a cotação do dólar em alta tem ocupado uma boa parte do noticiário, inclusive deste jornal.

Mas uma demonstração de que o Brasil Econômico abre espaço significativo para informações que denotam como se movem as engrenagens do mundo corporativo pode ser constatada na Editoria de Empresas.

A despeito de o dólar ter encerrado o dia de ontem valendo R$ 1,59 e de a expectativa de que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) feche o ano em 6,29%, conforme pesquisa divulgada também ontem pelo Banco Central, na edição desta terça-feira do Brasil Econômico há um variado cardápio de histórias de companhias que decidiram ampliar suas operações para continuar crescendo.

O grupo Randon, cuja sede fica em Caxias do Sul (RS), estabeleceu o prazo de quatro anos para obter receita de R$ 700 milhões com o mercado de reposição de peças para veículos e reservou R$ 270 milhões neste ano para começar a atingir esse objetivo.

A Duratex - companhia industrial do grupo Itaúsa que produz metais sanitários e madeira industrializada - anunciou que aplicará R$ 1,2 bilhão nos próximos cinco anos na instalação de duas fábricas de painéis.

A Lupo, fabricante de meias e roupas íntimas instalada no interior de São Paulo, vai abrir duas unidades para dar conta de novos contratos de licenciamento recém-negociados.

A Racional Engenharia destinou R$ 160 milhões em um condomínio de galpões em Indaiatuba (SP) que abrigará centros de distribuição de numerosas empresas e será administrado pela própria Racional.

E a Log-In Intermodal criou um departamento para angariar cargas de clientes que ainda não usam a navegação costeira como meio de transporte de seus produtos, como as indústrias de eletrodomésticos.

São bons microtemas para se contraporem às necessidades macroprudenciais.

----------------------------------------------------------

Costábile Nicoletta é diretor adjunto do Brasil Econômico

Fonte: Brasil Econômico - 20/4/2011
Voltar

Leia também

Inscrições abertas para a 75º turma do curso de Classificação e Degustação de Café

CAFÉ: Levantamento destaca mudanças climáticas e de volume da safra brasileira de café em 2023

CAFÉ: Café continua em alta, mercado é comprador, mas produtor ainda limita vendas

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.