Clima e Previsão do Tempo
Santos, SP/

02/06/2011

Indústria de itens típicos aposta alto nas festas juninas

Facebook, Twitter, Orkut. Empresas fazem de tudo para capturar o consumidor, onde quer que ele esteja.

Paula Cunha

Os fabricantes de alimentos típicos das festas juninas estão muito otimistas em relação às perspectivas de vendas para este ano. Eles esperam elevação de 250% nas vendas de pipoca e de 300% nas de canjica de maio a julho deste ano em relação a média de vendas nos demais meses do ano.

Para impulsionar as vendas, a Yoki decidiu lançar neste mês três variedades de pipocas para microondas, uma com cobertura de caramelo, outra com manteiga especial e uma terceira, batizada Zero, sem adição de qualquer tipo de gordura para atrair os consumidores que desejam manter a dieta durante as festas. Além disso, a fabricante criou uma linha de sete alimentos prontos que inclui canjica de milho e amarela, além das variedades de amendoim, que devem registrar crescimento de 12% a 15% nas vendas no período.

Para atrair este público, a fabricante investiu no crescimento da distribuição nos pontos de venda em uma estratégia denominada Operação Festa Junina. Os produtos serão distribuídos em 20 mil estabelecimentos em todo o País, total 7% superior ao do ano passado.

Serão montadas, aproximadamente, 7 mil barracas para exposição destes itens. Além disso, pela primeira vez, a empresa vai utilizar as redes sociais como Facebook, Twitter e Orkut para divulgar as ações. Os conteúdos nestes meios foram criados especialmente para o período trazem receitas, simpatias e histórias das tradições destas festas. No Facebook, há uma calculadora para festa junina, que auxilia quem deseja montar a sua comemoração em casa ou em escolas, com os cálculos das quantidades de alimentos necessárias para alimentar os convidados.

Segundo o vice-presidente da Yoki, Gabriel Cherubini, a empresa decidiu utilizar os novos canais para atrair um público maior, principalmente na classe C, que passa por um período de crescimento do poder aquisitivo e busca novidades com mais qualidade. De acordo com o executivo, a nova linha de canjicas é prática e foi elaborada em especial para os consumidores da região Nordeste, onde as festas juninas "são tão importantes quanto o carnaval". O produto também será distribuído no restante do País.

Supermercados – No Pão de Açúcar, a expectativa é de crescimento de 15% nas vendas dos itens consumidos nas festas juninas em relação a igual período de 2010, com a oferta de 25 produtos. De acordo com a assessoria de imprensa da rede, os doces de amendoim, como paçoca e pé de moleque terão suas vendas elevadas em 12%. No caso do milho verde, as vendas em junho serão 20% superiores às de junho do ano passado, com a expectativa de comercialização de mais de 80 toneladas do produto no mês. Além disso, o grupo oferecerá também outros itens de época como inhame, batata doce, gengibre e pinhão. Para este último, estima que as vendas devem crescer 25%.

Outros itens em destaque neste ano são o vinho, ingrediente essencial para as bebidas quentes comuns neste período. A cadeia pretende elevar suas vendas e m 20%, uma vez que já adquiriu mais 65 rótulos, com preços a partir de R$ 17. Há também a preocupação em atender os mais entusiasmados que pretendem dançar quadrilha. Para eles, o Extra comercializa vestidos e camisas xadrezes por R$ 19,90 e R$ 15,90, respectivamente. Acessórios como chapéus serão comercializados por a partir de R$ 2,90. A rede aposta nas ações  promocionais em parceria com seus fornecedores, como a distribuição de folhetos e as barracas temáticas com sua marca exclusiva, a Qualitá.

Fonte: Diário do Comércio - 1.º/6/2011
Voltar

Leia também

CAFÉ: Café mantém recuperação e abre com mais de 200 pontos de alta em NY

ATUALIDADES: Câmara aprova projeto de lei que regulamenta setor de criptomoedas no Brasil

TRANSPORTE: Debatedores pedem mudanças em leis trabalhistas diante das novas tecnologias no transporte de cargas

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.