11/08/2011

Home broker: o que você precisa saber para operar pela plataforma

Se você investe em ações da sua própria casa – ou de qualquer outro lugar com acesso à internet – por meio do home broker, é importante saber utilizar as principais funções disponibilizadas por esta plataforma eletrônica de compra e venda de ativos.

A gerente de atendimento do Wintrade, Paula Sá, ressalta que as principais funções do home broker são intuitivas e o usuário não costuma encontrar grandes dificuldades em operar. “As ordens de compra e venda são autoexplicativas”, diz. “O usuário clica na opção (compra ou venda) e preenche os campos, como o código do ativo, valor e data”, explica a gerente.

Segundo ela, na maioria dos casos, as corretoras têm o cuidado de pensar no home broker como uma ferramenta para o usuário comum, que não tem tanto conhecimento dos mercados. “A maioria dos home brokers possui uma interface amigável, voltada para o investidor de varejo”, afirma Paula.

Apesar de parecer algo sem tanta importância, um dos artifícios usados para ajudar o investidor, especialmente aqueles que estão começando, é a utilização de cores diferentes para cada ambiente. “No nosso home broker e na maioria dos outros, a tela de compra possui uma cor diferente da de venda”, explica Paula. “É uma maneira simples de evitar confusões”, diz.

Acompanhamento de ordens
Depois de efetuar a ordem de compra ou a venda das ações, o próximo passo é acompanhar a transação. No “acompanhamento de ordens”, o usuário fica sabendo se a ordem foi ou não executada na sua totalidade, se houve cancelamento ou se ainda está aguardando comprador. “Acompanhar as ordens é importantíssimo”, afirma o diretor da Icap corretora, Paulo Levy.

Normalmente, o status da ordem de compra ou venda também aparece com cores diferentes no home broker, para facilitar o entendimento e visualização rápida. Se a ordem tiver registrada, por exemplo, pode aparecer em amarelo; se tiver sido executada, em verde; e se for cancelada, aparecerá em vermelho.

Ferramentas de stop
A maioria dos home brokers também disponibiliza uma ferramenta considerada importante pelos especialistas, o chamado “stop”. Com o “stop loss” (ordem stop para perdas), o investidor pode limitar as perdas e evitar depender apenas do próprio emocional na hora de vender de um ativo que está caindo.

“Quando o investidor está começando, é importante se basear nas análises e relatórios dos analistas. Além disso, limitar as perdas com o uso do stop também é fundamental. Se seguir a recomendação dos analistas e, além disso, usar o stop, o usuário dificilmente vai ter um prejuízo tão grande”, aponta Levy.

Book de ofertas
Outro dado disponível no home broker é o book (livro) de ofertas. Com ele, é possível observar as ordens de compra e venda que estão sendo emitidas, com valor e quantidade de papéis.

Assim, o investidor pode ter uma ideia sobre a tendência do movimento da ação ao longo do dia, por exemplo. “Você consegue sentir para que lado está pendendo a força maior do mercado, entre compradores e vendedores”, afirma Levy.

O book lista as melhores ofertas de compra e de venda de um ativo naquele momento. De um lado da tela, é possível observar as últimas ordens de compra do papel, ordenadas pelo critério de preço (os que oferecem mais, aparecem listados em primeiro). Do outro, aparecem as ordens de venda do mesmo papel, também por ordem de preço (as ordens com menor preço ficam no topo da lista). “Pelo book é possível verificar a pressão vendedora e compradora”, diz Levy.

Canais de atendimento
Caso o investidor fique com dúvidas ou precise de alguma informação, as corretoras também disponibilizam canais de atendimento para seus clientes.

Quando a dúvida precisa ser sanada na mesma hora, chat e telefone são os canais mais recomendados. Caso o investidor precise da informação sem tanta urgência, pode optar pelo e-mail, que costuma ser respondido em até 48 horas, dependendo da corretora.

Fonte: Uol Notícias - 11/8/2011

Voltar

Leia também

Deputada leva à ANS pleito da Associação Comercial de Santos, Diário do Litoral, 21/10/2021

Associação Comercial de Santos promove agenda de sustentabilidade no próximo dia 28

CAFÉ: Exportação dos Cafés do Brasil atinge 29,7 milhões de sacas no acumulado de nove meses

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.