Clima e Previsão do Tempo
Santos, SP/

29/08/2011

Governo do Rio suspendeu pagamento de manutenção de bondes

DE SÃO PAULO

Nove dias antes do acidente com o bonde que matou cinco pessoas e deixou 57 feridos em Santa Teresa, o governo do Rio suspendeu os pagamentos à empresa responsável pela manutenção dos veículos.

A informação é da reportagem de Gustavo Alves, Felipe Martins e Fernando Magalhães publicada na edição desta segunda-feira da Folha. A reportagem completa está disponível para assinantes do jornal e do UOL (empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

De acordo com o texto, a suspensão do pagamento após questionamento do TCE (Tribunal de Contas do Estado) ao contrato, segundo termo aditivo publicado no dia 18 no "Diário Oficial" do Estado. O aditivo também prorroga de 12 de agosto para 8 de fevereiro o prazo para modernização de 14 bondes.

Procurada pela Folha, a Secretaria de Transportes não se pronunciou sobre as razões para o questionamento do TCE. O governador Sérgio Cabral (PMDB) determinou que o transporte por bondes no bairro fique interrompido e que a secretaria conduza um plano de modernização.

CAUSAS

Sobre as causas do acidente de ontem, o governo afirmou que as "questões técnicas envolvidas" devem ser respondidas pela Secretaria de Transportes, e que aguarda resultado da perícia para tomar providências.

O coordenador da Comissão de Análise e Prevenção de Acidentes do Crea-RJ , Luís Antônio Cosenza, afirmou hoje que uma falha no sistema dos freios pode ter causado o acidente.

A avaliação contradiz a informação da Secretaria de Estado de Transportes, de que a perícia feita indicava que o sistema de frenagem estava funcionando. Cosenza disse, no entanto, que é preciso uma análise mais detalhada para saber as causas exatas do acidente.

Apesar disso, o coordenador do Crea-RJ disse que a possibilidade de problema nos freios é indicada pela falta de marcas nos trilhos que indiquem que o freio tivesse funcionado. Cosenza acrescentou que a superlotação, outra hipótese para a causa do acidente, pode ter contribuído.

TRAGÉDIA ANUNCIADA

Moradores de Santa Teresa dizem que o acidente foi uma tragédia anunciada. "Os bondes antigos estão em estado precário de conservação e os VLT têm problemas para fazer as curvas do bairro. O que aconteceu é uma tragédia anunciada, não nos surpreende", disse o advogado Abaeté Mesquita, 32, diretor da Amast (Associação de Moradores e Amigos de Santa Teresa).

Atualmente, cinco bondes fazem a rota da estação da Carioca, no centro do Rio, até os largos de Santa Teresa, também região central. São dois bondes antigos e três do tipo VLT (Veículo Leve sobre Trilho).

O veículo que se acidentou era dos antigos e, segundo os Bombeiros, já havia sofrido um problema ontem mesmo: pela manhã, chocou-se contra um ônibus, mas sem deixar feridos.

Fonte: Folha / Uol - 28/8/2011
Voltar

Leia também

Santos recebe evento internacional da Unesco sobre Cultura Oceânica, PREFEITURA DE SANTOS, 04/10/2022

CAFÉ: Cotações do café devem apresentar desvalorização no terceiro trimestre de 2022

ELEIÇÕES: Qual é a data do segundo turno das eleições de 2022?

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.