Clima e Previsão do Tempo
Santos, SP/

21/12/2011

BCE empresta 489 bilhões de euros a 523 bancos

Empréstimos de 3 anos visam aliviar os problemas da zona do euro.
Expectativa é que os recursos estimulem a recuperação das instituições.

Do G1, com Reuters

Um total de 523 bancos tomaram emprestado 489 bilhões de euros na primeira oferta de liquidez de três anos realizada pelo Banco Central Europeu (BCE) nesta quarta-feira (21), dando esperança de que uma crise de crédito possa ser evitada e que o capital possa ser usado para comprar dívida da Itália e da Espanha.

O euro subiu para o maior valor em uma semana frente ao dólar e as ações da Europa ampliaram a alta depois da operação, que, por ter recebido uma procura maior do que o previsto, aumentou o apetite por risco dos mercados.

Os empréstimos de três anos são a mais recente e ousada tentativa do BCE para aliviar os problemas da zona do euro. A autoridade monetária espera que a liquidez ilimitada de longo prazo tenha uma série de efeitos benéficos, como aumentar a confiança nos bancos, diminuir a ameaça de uma crise de crédito e tentar os bancos a comprar dívida espanhola e italiana.

Os financiamentos foram oferecidos a uma taxa que será a média da taxa básica de juros do BCE nos próximos três anos. Após o corte do mês passado, o juro básico está na mínima recorde de 1%. Para alguns bancos, o dinheiro pode ser mais de 3 pontos percentuais mais barato do que podem conseguir no mercado aberto.
Até agora o BCE havia concedido empréstimos a um prazo máximo de um ano, em 2009. No final de junho daquele ano, o BCE emprestou a 1.121 bancos 442,24 bilhões de euros a uma taxa fixa de 1%, com o fim de facilitar a concessão de crédito a longo prazo.

Outro fator que aumentou a demanda é que os bancos estão agora mais dependentes do que nunca dos fundos do BCE. Na segunda-feira, o BCE afirmou que essa dependência pode ser difícil de ser curada. Os bancos franceses, por exemplo, quase quadruplicaram a tomada de empréstimos do BCE desde junho, para 150 bilhões de euros, enquanto os bancos italianos e espanhóis estão tomando mais de 100 bilhões de euros cada.

Fonte: G1 - 21/12/2011

Voltar

Leia também

Summit de Inovação da ACS lota auditório, SANTAPORTAL, 07/10/2022

Associação Comercial promove II Seminário Internacional Universidade- Empresa da Baixada Santista, SANTAPORTAL, 07/10/2022

Associação Comercial realiza evento sobre tecnologia quântica

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.