22/12/2010

Associação Comercial de Santos comemora 140 anos com perspectivas promissoras

A Associação Comercial de Santos (ACS) celebra 140 anos de existência nesta quarta-feira, 22 de dezembro de 2010, com perspectivas bastante promissoras para a entidade e, por extensão, para a cidade e a Baixada Santista, com o pré-sal e também com um novo ciclo de expansão do porto, com a construção de mais terminais portuários.

A missão da Associação Comercial de Santos – a primeira do Estado de São Paulo e a quarta do Brasil – é estimular negócios e buscar soluções uniformes e sustentadas para as questões empresariais da região. E para isso desenvolve iniciativas, tanto no âmbito dos associados, quanto de alcance local, regional, estadual e até nacional, pois tem representações em entidades municipais, estaduais e federais.

“Para nós, diretores da Associação Comercial de Santos”, afirma o presidente Michael Timm, “é um privilégio e uma honra comemorar o aniversário de 140 anos da entidade”. Ele tem expectativas otimistas para a região. “As perspectivas para a associação, a cidade e a Baixada Santista são as melhores possíveis, com investimentos da Petrobras para explorar o pré-sal. E, para os próximos anos, o cenário é excelente, pois a cadeia de petróleo e gás, com certeza, vai render muitos negócios”.

Além disso, o Porto de Santos vivencia um novo ciclo de expansão, lembra Timm. “A Embraport constrói um terminal multiuso que marcará esta etapa de crescimento portuário. E a Brasil Terminal Portuário, ligado ao Grupo MSC, também planeja implementar um complexo, na margem direita do cais, no lado santista. São empreendimentos significativos, de grande porte, que simbolizam este novo ciclo”.

A atual gestão da Associação Comercial também está comprometida em continuar o incentivo aos negócios relacionados ao café, produto que está nas origens da entidade, fundada em 1870 por empreendedores do setor cafeeiro, de acordo com Timm. “Queremos estimular ainda mais as atividades, não apenas mantendo a tradição, mas também com iniciativas para expandir o comércio do produto, que é ainda importante e ganha um novo status no Brasil, com os cafés de melhor qualidade colocados à disposição dos brasileiros”.

Além de Timm, a Diretoria Executiva é integrada pelo 1.º vice-presidente Vicente do Valle, 2.º vice-presidente Ramiro Marote, 1.º secretário Ronaldo Taboada, 2.º secretário Martin Aron, 1.º tesoureiro Antonio Carlos Cavaco, 2.º tesoureiro Geraldo Pierotti, diretor de Patrimônio, Nilton da Silva Pinto, e diretor executivo Marcio Calves.

Para celebrar o 140.º aniversário, a Associação Comercial promoveu uma festa no dia 3 de dezembro na Estação Santos, um novo espaço de eventos no Centro Histórico.

Origens

Em 1870, um grupo de empreendedores decidiu organizar uma praça de comércio para representar e advogar os interesses do comércio e da indústria. Nascia então, em 22 de dezembro de 1870, a Associação Comercial de Santos.

A comissão organizadora da recém-fundada Associação Comercial de Santos – composta por Nicolau Vergueiro, Ignácio Wallace da Gama Cochrane, William Wright, Gustavo Backeuser, G. Wagner e J. Azurém Costa – teve que se empenhar muito para dar os passos iniciais. A diretoria provisória foi integrada pelos pioneiros da comissão organizadora. Nicolau Vergueiro foi o primeiro presidente da Associação Comercial de Santos, de 1870 a 1878. Mais informações sobre a entidade podem ser conferidas no site: www.acs.org.br

Histórico

Em 1870, um grupo de empreendedores decidiu organizar uma praça de comércio para representar e advogar os interesses do comércio e da indústria. Nascia então, em 22 de dezembro de 1870, a Associação Comercial de Santos.

A comissão organizadora da recém-fundada Associação Comercial de Santos – composta por Nicolau Vergueiro, Ignácio Wallace da Gama Cochrane, William Wright, Gustavo Backeuser, G. Wagner e J. Azurém Costa – teve que se empenhar muito para dar os passos iniciais. A diretoria provisória foi integrada pelos pioneiros da comissão organizadora. Nicolau Vergueiro foi o primeiro presidente da Associação Comercial de Santos, de 1870 a 1878.

Antes da Associação Comercial

Até o surgimento da Associação Comercial, não havia em Santos serviços de esgoto e coleta de lixo, iluminação pública, água para consumo domiciliar e nem ruas pavimentadas – ou pelo menos capazes de prover o escoamento de águas pluviais.

Não existiam bancos, transporte coletivo e nem um cais organizado, apesar de as exportações alcançarem 550 mil sacas de café e 110 mil fardos de algodão em 1870.

Coincidência ou não, o fato é que muitas coisas importantes passaram a acontecer na cidade após a fundação da Associação Comercial de Santos.

Os primeiros serviços de água foram executados em 1870. Dois anos depois eram inaugurados o transporte via bondes de burros e a iluminação a gás.

A Associação Comercial de Santos, por sua vez, empreendeu esforços para conseguir melhores condições sanitárias para a cidade, o que contribuiu de maneira significativa para a extinção da febre amarela, peste bubônica e gripe espanhola, entre outras iniciativas.

Para celebrar o 140.º aniversário, a Associação Comercial promoveu uma festa no dia 3 de dezembro de 2010 na Estação Santos, um novo espaço de eventos no Centro Histórico.

Cronologia

Confira a seguir uma cronologia de alguns fatos de destaque na história da Associação Comercial de Santos:

22 de dezembro de 1870 – Fundação da Associação Comercial de Santos.

1870-1878 – Nicolau Vergueiro é o primeiro presidente da Associação Comercial de Santos.

7 de junho de 1871 – Os estatutos da Associação Comercial de Santos são aprovados pelo Decreto Imperial 4.738, de 7 de junho de 1871, averbados na Alfândega, registrados no Tribunal do Comércio do Rio de Janeiro e publicados no Diário Oficial de 29 de março de 1874.

27 de setembro de 1874 – É realizada a primeira assembléia geral da Associação Comercial de Santos.

1875 – Quadro do pintor Benedicto Calixto integra o acervo da Associação Comercial de Santos. O quadro, de 1875, mostra o estuário, com a Ilha Barnabé ao fundo, e está na Sala da Presidência.

30 de agosto de 1875 – O imperador Dom Pedro II e a imperatriz Theresa Christina visitam a Associação Comercial de Santos. O Livro de Ouro de visitantes ilustres é aberto em homenagem ao casal imperial.

30 de setembro de 1878 – Dom Pedro II e Theresa Christina fazem nova visita à Associação Comercial.

1883 – O visconde Nicolau Pereira de Campos Vergueiro (primeiro presidente da Associação Comercial de Santos) convida Benedicto Calixto a estudar na Europa, entre 1883 e 1884, custeando-lhe as despesas e garantindo, com a cooperação de amigos, a manutenção da família do artista durante a permanência no Exterior.

12 de outubro de 1883 – Aquisição do prédio da Associação Comercial de Santos. Por escritura pública de 12 de outubro de 1883, a Associação Comercial de Santos adquire de Jesuína Augusta de Aguiar Peixoto e outros, o imóvel assim descrito: “Um prédio de sobrado sito nesta cidade, à Rua 25 de Março n.º 55, com frente para a dita rua e para o Largo 11 de Junho, com 3 janelas de sacadas de ferro...”.  Mais adiante, o texto cita: “Cujo prédio se acha hoje em ruínas em consequência de incêndio que nele houve” – e que aconteceu em 30 de julho de 1883. Neste local foi construída a sede própria da Associação Comercial de Santos, onde a entidade funciona até hoje, na Rua XV de Novembro, 137, na esquina com a Rua Riachuelo.

13 de novembro de 1886 – Dom Pedro II visita de novo a Associação Comercial de Santos.

1888 – O pintor Benedicto Calixto doa o quadro Santos em 1888 para a Associação Comercial de Santos. A imagem mostra uma visão panorâmica de Santos e está na Sala da Presidência da Associação Comercial.

14 de dezembro de 1891 – A Associação Comercial de Santos governa Santos durante 15 dias, por meio de moção popular. A Intendência Municipal de Santos é deposta e então aclamada a Associação Comercial de Santos para tomar conta do governo municipal. A diretoria da Associação Comercial era presidida por Antonio Carlos da Silva Telles, que desempenhou as funções de 18 a 30 de dezembro de 1891 e se limitou a dar expediente apenas aos serviços mais urgentes.

1909 – Antecipando-se a qualquer iniciativa oficial, a Associação Comercial de Santos institui pioneiramente as férias comerciais, a semana inglesa e a aposentadoria para os funcionários.

1909 – A Associação Comercial de Santos luta contra lei que limita a exportação a 9 milhões de sacas de café no Estado de São Paulo.

3 de outubro de 1917 – A Associação Comercial de Santos é declarada de utilidade pública federal pelo Decreto 3.348.

22 de maio de 1918 – O então presidente da República, Wenceslau Brás, visita a Associação Comercial de Santos.

1924 – Inauguração do prédio da Associação Comercial de Santos, na Rua XV de Novembro, 137.

10 de outubro de 1927 – A Lei Estadual 2.201 reconhece a Associação Comercial de Santos como instituição representativa dos interesses da praça de Santos.

Março de 1928 – A Associação Comercial de Santos se mobiliza de imediato e promove arrecadação de recursos para as vítimas de deslizamento no Monte Serrat.

1941 – A Associação Comercial de Santos é reconhecida como instituição representativa dos interesses gerais do comércio da praça de Santos pela Lei Estadual 1.416, de 14 de julho de 1941, e Lei Estadual 2.201, de 10 de outubro de 1927.

2 de setembro de 1941 – A Associação Comercial de Santos é declarada órgão técnico e consultivo do Governo Federal por meio do Decreto 7.770.

15 de outubro de 1949 – O então presidente da República, Eurico Gaspar Dutra, visita a Associação Comercial de Santos.

29 de janeiro de 1957 – O então presidente da República, Juscelino Kubitscheck, e o então governador de São Paulo, Jânio Quadros, visitam a Associação Comercial de Santos.

Setembro de 1959 – Juscelino Kubitschek faz nova visita à Associação Comercial de Santos.

1972 – A Associação Comercial de Santos realiza a primeira edição do Seminário Internacional de Café de Santos.

16 de maio de 1977 – O então presidente da República, Ernesto Geisel, participa do Seminário Internacional de Santos, promovido pela Associação Comercial de Santos. É a primeira visita de um presidente ao evento.

Setembro de 1981 – A Associação Comercial de Santos inaugura a Sala de Classificação e Prova de Café, no 3.º andar do prédio.

1989 – A Associação Comercial de Santos realiza o primeiro Curso Internacional de Classificação e Degustação de Café, que é hoje referência nacional e mundial, atraindo profissionais do Brasil e do Exterior.

Dezembro de 1989 – Eleito presidente da República, Fernando Collor de Mello visita a Associação Comercial de Santos.

1995 – A Associação Comercial de Santos marca presença no Movimento Centro Vivo, de recuperação do Centro Histórico de Santos.

2002 – A Associação Comercial de Santos participa dos preparativos e é uma das idealizadoras do 1.º Concurso Estadual de Qualidade do Café de São Paulo.

12 de dezembro de 2006 – Inauguração do Posto de Informações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

9 de novembro de 2007 – A Associação Comercial de Santos é eleita Associação Comercial Referência da Região Sudeste 2007, prêmio oferecido pela Confederação das Associações Comerciais do Brasil (CACB).

1.º de julho de 2008 – Criação da Associação Comercial de Santos Jovem (ACS Jovem), núcleo de jovens empreendedores com o objetivo de formar novas lideranças com potencial de destaque no cenário empresarial brasileiro, desenvolver redes de relacionamento entre os jovens empresários locais e seus pares espalhados pelo mundo, além de amadurecer o perfil empreendedor da região, como meio de fortalecer a economia.

1.º de agosto de 2008 – Inauguração de Posto de Atendimento da Receita Federal nas instalações da Associação Comercial de Santos.
Voltar

Leia também

Deputada leva à ANS pleito da Associação Comercial de Santos, Diário do Litoral, 21/10/2021

Associação Comercial de Santos promove agenda de sustentabilidade no próximo dia 28

CAFÉ: Exportação dos Cafés do Brasil atinge 29,7 milhões de sacas no acumulado de nove meses

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.