20/09/2010

2/6/2010 – Bovespa abre em alta de olho no exterior

São Paulo - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu em alta hoje e deve operar em ritmo de feriado, a menos que surja alguma notícia inesperada no lado internacional. Por ora, não há novidades em relação ao dia de ontem, mas o clima em geral é um pouco mais tranquilo, o que não significa um dia sem volatilidade. O comportamento do índice futuro indica um pregão instável. Às 10h10, o índice Bovespa (Ibovespa) subia 0,46%, aos 62.127 pontos.

As commodities operam em baixa, com receios sobre a demanda futura, e as bolsas norte-americanas buscam o caminho da recuperação após queda de mais de 1%. Já as bolsas europeias operam no vermelho, se ajustando ao fechamento ruim da véspera nos Estados Unidos. O euro se mantém enfraquecido perante o dólar e era cotado a US$ 1,21. As bolsas na Europa já estavam fechadas ontem quando o humor piorou com o aumento da tensão no Oriente Médio e a notícia de que a BP pode ser processada judicialmente pelo vazamento de petróleo no Golfo do México.

Na Europa, a novidade da manhã é a aprovação pelo gabinete da Alemanha de um projeto de lei que proíbe a venda a descoberto de todas as ações e todos derivativos relacionados ao euro que não são usados para proteção (hedge) contra riscos cambiais. O projeto aprovado hoje amplia o movimento do governo da Alemanha para banir o chamado "naked short selling" com ações das 10 maiores empresas financeiras do país e com CDS relacionados a bônus de governos da zona do euro a partir de 19 de maio.

Como liquidez tende a ser estreita hoje aqui por causa do feriado doméstico de amanhã, a Bovespa deve se ater aos indicadores econômicos nos EUA - vendas pendentes de imóveis residenciais de abril e vendas de automóveis nos EUA em maio - e a oferta da Telefônica pela participação da Portugal Telecom na Vivo.

A decisão da Telefónica de elevar ontem a proposta pela fatia da Portugal Telecom (PT) na Vivo de 5,7 bilhões de euros para 6,5 bilhões de euros, em duas alternativas - venda imediata ou diferida ao longo de três anos - é considerada pelos analistas positiva para a Vivo. Mas como ontem as ações ordinárias da Vivo dispararem 16,44%, hoje a expectativa é de uma valorização mais contida pois a notícia foi antecipada em boa parte na véspera. No ano, Vivo ON já sobe 64%, enquanto o Ibovespa cai 9,8%. Os demais papéis do setor de telefonia também deve continuar passando por ajustes em função dessa disputa pela Vivo.

Fonte: Agência Estado - 2/6/2010
Voltar

Leia também

Deputada leva à ANS pleito da Associação Comercial de Santos, Diário do Litoral, 21/10/2021

Associação Comercial de Santos promove agenda de sustentabilidade no próximo dia 28

CAFÉ: Exportação dos Cafés do Brasil atinge 29,7 milhões de sacas no acumulado de nove meses

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.